30 de maio de 2016

Jejum intermitente


Oi pessoas bonitas

Você passa muitas horas sem se alimentar?

Talvez você esteja no caminho certo.
Isso mesmo!

Falei nesse post que comer de 3 em 3 horas é um mito, se você não leu, comece por ele.
Ficar períodos sem se alimentar é conhecido como jejum intermitente.

No jejum intermitente você alterna períodos de alimentação e de jejum.

Quantas horas sem comer?

Existem alguns protocolos que são usados na literatura e por mim em consulta que funcionam com muita eficiência, dentre eles 12/12, 16/8, 20/4  e 24hrs.

Mas não faz mal ficar sem comer? 
Depende.

Para ter esses benefícios o corpo precisa estar ADAPTADO para essa prática, para isso existem PROTOCOLOS a se seguir.

Estando preparado para essa estratégia, quando praticamos temos sensações boas para o corpo e para mente

As sensações mais nítidas estão relacionadas 
com emagrecimento - corpo
e redução da compulsão alimentar - mente.   

Já naquilo que não conseguimos sentir de imediato, temos diversos benefícios, que podem ser

  • Resistência ao estresse oxidativo, entenda o estresse oxidativo como envelhecimento e fundo de quase todas doenças. Se nosso corpo fica resistente ao estresse oxidativo, vivemos mais e melhor. 
  • Níveis de insulina caem, também de glicose, o que melhora a resistência a insulina e previne o diabetes tipo 2, insulina alta e alteração na glicose é um dos desequilíbrios que mais acometem as pessoas, quando mantemos o nível de insulina baixo, aumentamos o níveil de GH, temos degradação da gordura corporal para uso como fonte de energia e emagrecemos.
  • Reparação celular, eliminando proteínas do corpo que não são de "qualidade", quando o corpo faz isso e temos mais células de qualidade e estamos prevenindo câncer e alzheimer. 
  • Neuroproteção e um crescimento de células nervosas, com um cérebro bom temos uma probabilidade maior de uma vida longa com eficiência. 


O fim do jejum é tao importante quanto o jejum, o que comemos depois dessa pratica e como comemos faz toda a diferença na estrategia. 

Eu te convido a essa antiga pratica e atual comprovada cientificamente experiência alimentar e a apreciar o sabor dos alimentos com um novo prazer e gratidão. 

Um dia cheio de alimentação consciente,
Isa



24 de maio de 2016

Saciedade




Olá pessoas bonitas,



Como anda a fome de vocês? 



Equilibrar nossa fome pode ser um desafio ao ponto de que muitos desequilíbrios orgânicos estejam ocorrendo no seu corpo.

Como assim nutri? 

Quando comemos muito trash (industrializados) danificamos nossas células, sobrecarregamos nosso fígado, estômago e intestino e comprometemos a produção de hormônios e neurotransmissores. 

Neurotransmissor como serotonina auxilia no bem estar e equilibra  nosso apetite, e ela é produzida no nosso intestino. 

O hormônio colescistocinina, é produzido e liberado para o sangue após o alimento que comemos passar do estômago para intestino em resposta a presença de proteína e gordura. 

Por isso alimentos fontes de proteína e gordura dão mais saciedade. 

Já o seu tecido adiposo, que é sua gordurinha estocada produz um hormônio chamado leptina. A leptina vai para a circulação sanguínea, chega ao cérebro e inibe a ingestão de alimentos. 

Isso significa que uma quantidade alta de leptina diminui a fome ale uma quantidade baixa, aumenta. Conforme emagrecemos mais leptina produzimos, mais saciado ficamos ao comer. Isso se a leptina for eficiente, não resolve apenas ela estar em níveis altos, ela precisa agir 

E ai que a qualidade da nossa dieta entra, uma alimentação repleta de nutrientes deixa nossa leptina mais eficiente. 

Então pessoas lindas, 

Acalma o coração, faça sua parte e deixe seu corpo se equilibrar.

Um dia cheio de alimentação consciente, 
Isa


12 de maio de 2016

Crumble de maça sem trigo




Receita da Karina Barrueco, especialista em culinária natural, sem glúten e sem leite

Ingredientes
1 1/2 de aveia em flocos finos 
1 cs de farinha de coco

100 gr de manteiga (usei de búfala, mas pode ser de vaca)

2 cs de açúcar mascavo (ou outro adoçante)
2 cs de nozes picadinhas 
2 cs de canela em pó
4 maças 
Sumo de 1 limão


Modo de preparo



Misture os secos com a manteiga gelada em pedaços, faça com as pontas dos dedos e vá esfarelando. Reserve.

Corte as maças ao meio e retire parte da polpa com uma colher. Passe a maça no limao para que nao escureça. Polvilhe canela nas metades. Espalhe a farofa e aperte delicadamente. Cubra com pape aluminio e leve ao forno por 25 min ou ate que a farofinha esteja crocante. Sirva com mel






9 de maio de 2016

Seu corpo é sua morada

Numa casa ou apartamento é onde você mora, sozinho ou acompanhado, solteiro ou casado, com filhos, netos, avós ou bisnetos.

É onde você passa seu dias, acorda, se alimenta, toma banho, dorme..

Temos também outras casas onde passamos nosso tempo

A empresa as vezes passamos o dia todo
A casa dos familiares
A casa dos amigos
O restaurante, o bar, o shopping, o parque do fim de semana podem ser casas bem temporárias que vamos uns minutinhos para usufruir de algo

Dentre todas as casas que passamos tempo existe uma que é a primeira, é exclusivamente sua, essencial, dela você não desgruda um minuto sequer, essa casa está contigo o tempo inteiro.

Essa casa é seu corpo
é onde você mora por inteiro. 


Se você esta bem o corpo sente
Se você esta mal o corpo sente
Se você come bem o corpo sente
A sua saúde é refletida no seu corpo
 

A questão é:

Como está sua casa?




6 de maio de 2016

O que nos alimenta verdadeiramente?

Ola pessoas lindas

A pergunta que te faço hoje é

O que nos alimenta verdadeiramente?

Ha uma maneira muito mais coesa de se entender alimentação saudável que te nutri e não apenas que te trás satisfação.

Mas então significa que alimentação saudável não da prazer?

Essa é uma questão que  nos geram duvidas e escolhas equivocadas na alimentação. O comer associado ao medo de passar fome ou o comer alimentos que não agrade o paladar.

Ai bate aquela saudade do gosto da comida de casa, daquela que a mãe fazia.

Pois então,

Se comer envolve somente uma questão de saúde ficamos em duvida
Se comer envolve somente prazer ficamos em duvida

Comer envolve amor e entrega.

O que te proponho é unir as duas coisas.

Comer comida saudável e com sabor.
Seja feliz comendo com equilibrio.

Um dia cheio de alimentação consciente,
Isa









14 de abril de 2016

Vamos pensar antes de comer!

Oi pessoas lindas!

A pergunta é:

Você realmente esta com fome?

As vezes parece que você sente tanta fome e que assim não vai conseguir seguir a dieta. Parece que de repente uma nuvem negra pairou em cima da sua cabeça.

E você fica se questionando ou achando que você não vai conseguir.
Para tudo!!

Criamos um problema na cabeça por nos concentramos limitadamente naquilo que você temos que fazer, raramente prestamos atenção nos sinais naturais que nosso corpo nos da no dia a dia.

A questão aqui é compreender se aquela sensação de fome é biológica ou emocional e sair do ciclo que "não consigo me controlar" que é um pensamento limitante que te bloqueia

Vamos compreender essas diferenças:

Fome consciente – sentimos gradualmente e pode ser adiada
Fome emocional – sentimos de forma súbita e urgente

Fome consciente – nos satisfazemos com uma certa quantidade de comida
Fome emocional – nos gera ânsias muito específicas como por exemplo pizza ou sorvete

Fome consciente – estando satisfeitos, é provável que paremos de comer
Fome emocional – tendemos a comer mais do que você normalmente comeriamos

Fome consciente – não nos causa sentimentos de culpa
Fome emocional – geralmente sentimos culpa após


E agora o que fazer?
Vamos pensar antes de comer, sem nos questionar, mas tomando consciência dessa "fome".

Estou te convidando a resolver o problema sem focar no problema, apenas dando uma atenção diária a cada nova sensação de fome, a cada nova refeição.

Com atenção plena a minha fome em relação aquela momento e aquela refeição.

Um dia cheio de alimentação consciente,
Isa







7 de abril de 2016

Bolo de canela semgluten / lowcarb /semleite



Ingredientes
1 xic farinha de coco
1 xic de farinha de amêndoa
1/2 xícara de xylitol (ou outro adoçante natural)
10g de fermento biológico seco
1/2 cc de bicarbonato de sódio
3 ovos
1cc de extrato de baunilha
1/2 xic oleo de coco ou manteiga ghee
1 cenoura
Canela a gosto
Modo de preparo Em um recipiente misture os secos e separe. Na batedeira coloque os ovos com adoçante e bata até formar uma massa fofa, adicione a baunilha e bata. Bata no liquidificador o óleo com a cenoura. Desligue a batedeira e vá incorporante com um fuet os solidos e adicione a batida do oleo. Asse em forno pre aquecido.

Elaborado pela linda Karina @soul_intolerante