29 de setembro de 2014

PROGRAMA NUTRIÇÃO NA MEDIDA

Formação do primeiro grupo





Na última quarta, dia 24/09 dei início ao projeto “Nutrição na Medida”, na Clínica Equilibrium, em Arujá. O objetivo é montar grupos de emagrecimento com mulheres para promover a reeducação alimentar e aumento da qualidade de vida. Serão seis meses de consultoria nutricional, com encontros mensais e reuniões semanais online. Informações, trocas de experiências, dicas e receitas práticas para pessoas que buscam uma nova consciência alimentar. 

No primeiro grupo, tem 16 mulheres de diversas idades. Umas com filhos adultos, outras que estão amamentando, mas todas com o mesmo ideal: comer bem para viver melhor.

Alguns itens essenciais que eu falei para as meninas: 

  • Não é a alimentação que tem que se adaptar ao seu dia. Seu dia que tem que se adaptar à sua alimentação 
  • Pare de focar na balança, faça o que tenha que fazer que o resultado é consequência! Se preocupe mais em mudar os hábitos, do que perder peso.
  • Não deixe o perfeccionismo te dominar. Se não conseguiu fazer a refeição ideal, faça na próxima, não desanime!
  • Todo dia é dia de dieta, mas não esqueça as exceções. Se, no fim de semana, sabe que a noite vai rolar uma pizza, mantenha todas as outras refeições do dia dentro da dieta e depois aproveite sem culpa!
  • Aprenda a ler o rótulo dos alimentos, o açúcar e o sódio aparecem em diversas composições na industrialização dos alimentos, cuidado com as armadilhas. 
  • Busque a motivação dentro de você! Motivação externa é ilusão. Olhe para dentro de si e pergunte porque você quer mudar.

Para o nosso primeiro mês, passei 10 passos que devem fazer parte do dia-a-dia do grupo. São metas que devem ser perseguidas até virar hábito, sem deixar de lado o que motivou essas mulheres procurarem o grupo. Obstáculos surgirão, mas aos poucos, com a mudança de consciência, eles vão desaparecer!

Durante a semana, vou relatar aqui no blog os assuntos abordados nas reuniões online e a evolução das nossas meninas nessa nova trajetória.

Até mais!



Nenhum comentário:

Postar um comentário